Cláudia Ferro

Novas opções no mercado

Novas opções no mercado

A Virtual Call, presidida pelo empresário William Balboni, e há um ano no mercado, é pioneira no Brasil, no segmento de call center. Os funcionários, equipados com computador e banda larga, trabalham em casa. Não há restrições de idade e a empresa monta a estrutura, inclusive no caso de pessoas com necessidades especiais.

O trabalho consiste basicamente em atender os clientes das empresas que contratam os serviços da Virtual, todas na área de telecomunicações, entre elas, a NET. “Como requisitos, a pessoa deve ter conhecimento básico de informática, excelente dicção e bom timbre de voz”, fala Balboni. O trabalho – com carteira assinada, vale-alimentação e plano de saúde após 90 dias de contratação – é de 6 horas e 20 minutos por dia, com descanso de 50 minutos, seis dias por semana. “O ganho é de R$ 450,00, mais R$ 100,00 de variáveis e R$ 91,00 de alimentação.”

Segundo o empresário, 80% dos funcionários são mulheres. Na empresa desde a sua criação, Maria Aparecida Cappa, de 53 anos, aposentou-se aos 48 anos depois de ter trabalhado durante 20 anos na Telesp e Telesp Celular. “Como todo geminiano, sou muito ativa, estou sempre fazendo cursos e me entusiasmei pelo projeto do Balboni, de quem fui colega.” Segundo ela, apesar de ter contribuído com o teto máximo da aposentadoria, com a alta dos preços, o rendimento não supre suas necessidades financeiras. “Fora isso, me sinto muito bem com a minha idade, perfeitamente apta a exercer uma atividade que deve ser o modelo de trabalho do futuro”, conclui.

Deixe uma resposta